5.8.11

Correndo pra academia

Não adiantou fugir, adiar, nem se esconder. Agora é oficial: estou matriculada na academia. Já faz quase três semanas que vou religiosamente 4 vezes por semana acordar músculos adormecidos que eu nem sabia que existiam. Não é divertido, na verdade é chato e monótono. Se eu disser que estou adorando malhar é uma grande mentira, mas enquanto eu não tiver um corpo de angel da Victoria's Secret eu não desisto. Ou seja: musculação é pra vida inteira. Deal with it!

Enquanto na corrida você só precisa calçar um tênis e sair correndo, na musculação você tem uma ordem de aparelhos pra seguir, com diferentes pesos, séries e repetições e ainda tem que ficar de olho no relógio para marcar o tempo de descanso. Como existem dezenas de outras pessoas malhando no mesmo horário que eu, conseguir encontrar os aparelhos desocupados e ter a atenção do instrutor é uma batalha diária. E eu que "adoro" malhar, fico lá lutando por uma cadeira flexora como se fosse a última batata frita do McDonald's.

Se pelo menos o efeito fosse imediato e eu já pudesse ver algum músculo surgindo por baixo de toda essa camada de gordura que me mantém fofa e quentinha, mas até agora nem sinal de bíceps, tríceps ou, os tão desejados, quadríceps. Será que um dia eles vão aparecer? Será que um dia vou achar bom ir pra academia assim como gosto de correr? Alguém me diz que já passou por isso e sobreviveu, pufavô! Libera umas endorfinas aê, musculação!!!!!!!