28.3.11

Correr pra comer?

Li numa revista de corrida neste mês uma coluna cujo assunto eram os corredores que proclamam "correr pra comer". O autor ressaltava que muitas destas pessoas corriam há anos e ainda assim tinham aquela barriguinha proeminente. Entendi o ponto de vista dele. Realmente, quem corre 10 km e depois se acha no direito de comer uma pizza inteira, com certeza vai ficar gordinho. Mas é preciso aqui ressaltar o caráter libertador da corrida em relação às dietas restritivas. E é aí que entra minha história... Não que eu seja um exemplo de magreza, mas eu e a corrida temos uma relação saudável que vai além do asfalto: chega até a cozinha.

Correr não me faz comer mais ou menos, mas definitivamente me faz comer melhor. Hoje em dia é até difícil saber se eu nunca fui fã de frituras ou foi a corrida que aboliu esse hábito da minha vida. A última lembrança feliz que tenho de uma fritura é o lanche da cantina da escola e isso já faz mais de 10 anos! Isso não quer dizer que eu dispense um pastel de alho e manjericão do Coco Bambu (salivei!), mas ele não me faz salivar tanto quanto uma salada bem colorida (JURO!). Acho que a corrida, ou esportes em geral, nos torna mais conscientes do nosso corpo e nos faz pensar duas vezes antes de comermos qualquer porcaria por aí. Pelo menos tem sido assim comigo.

É bem verdade que meu peso é inversamente proporcional ao volume dos meus treinos. Como eu odeio fazer dieta, sou dependente crônica da corrida: é só eu parar de correr um mês para as roupas começarem a apertar. Além da falta de atividade física, quando paro de correr o fantasma da ansiedade volta a assombrar e esta sim me faz comer mais do que deveria! O lado bom é que basta eu voltar  correr três vezes por semana regularmente (!) pra voltar ao meu peso normal e melhor: sem deixar de comer nenhuma comidinha gostosa. Esse negócio de se privar não é comigo, prefiro correr mais 4km do que perder minha cerveja do fim de semana. Como eu não pretendo parar de correr nem de comer coisas gostosas nunca, mantenho meu lema: corro pra comer!