26.6.11

Corrida não rima com tequila. Ay!

Quem nunca faltou um treino porque tava de ressaca que atire o primeiro tênis. Não que a minha vida social seja uma festa e meus fins de semana bombem, mas às vezes é muito difícil equilibrar os embalos de sábado à noite com o longão do domingo. Principalmente depois de alguns shots de tequila...¡Ay caramba!

Ainda tentei me fazer de valente, dizendo que tava bem e aquele enjoo era coisa da minha cabeça. Fui pra pista, corri 1, 2, 3km... e a dor de barriga apertou. E essa lição eu já aprendi: dor de barriga e corrida não combinam JAMAIS! A corridinha funciona como uma massagem amiga no intestino e agiliza os processos por lá...(Fica a dica pra quem tem prisão de ventre!) Voltei pra casa no mesmo passo, me joguei na minha cama e assumi a condição de ressacada. Coca-cola, me abrace forte!

Agora não adianta chorar sobre a cerveja bebida e o treino perdido. Resta só a dúvida: manter o planejamento da semana ou transformar o treino de segunda em um longão para compensar o domingo e o excesso de calorias ingeridas? O que vocês fariam, meninas?