9.2.12

O desafio dos 50km e um desafio pessoal

Assim que cheguei do Desafio, ainda sob os efeitos da endorfina, escrevi no meu perfil do Facebook algumas linhas sobre o treino/prova:
O relógio marca 25km e 240m, pace 6':48'', 2 horas e 51 minutos e 1517 calorias. Mas como mensurar o prazer de ver o sol nascer, de correr com amigos, de se superar, de matar a sede, de descobrir novos caminhos, de estar em paz consigo e de se sentir viva, muito viva? 
Passados dois dias, o que escrevi ainda faz todo sentido e tudo que eu escrever daqui pra frente neste texto só irá reiterar o que falei anteriormente. A cada dia que passa e a cada treino/prova eu me conscientizo mais da importância do preparo mental na corrida. Se não fosse assim, como explicar que alguém como eu que só corre 10~12km há mais de três meses consiga correr 25km sem caminhar nem um minuto e ainda com gás pra o sprint final? Participar de uma prova vai muito além da simples aplicação dos treinamentos, as impressões do meu companheiro de corrida e amigo, Fábio,  comprovam:

Mais uma prova finalizada e mais um recorde pessoal alcançado: 25km! toda a ânsia, insegurança e medo de n conseguir completar a prova é dissipado a cada passo q damos rumo ao nosso destino de chegada e objetivo. Destino este q logo ao ser alcançado, automaticamento o louco aqui já quer transpassar, mas meus amigos e parceiros de vida e asfalto, com seu eterno bom senso acabam alertando! Muito bom tb conhecer pessoas q compartilham esse amor e vontade de superar-se na corrida, desde a senhora lentinha pra alcnaçar seus 10km ao ultramaratonista q vai correr seus 50km. Não tenho dúvidas que a satisfação é a mesma! Ver o amanhecer, nascer do sol, sentir a brisa e tempo agradável no rosto, chega a parecer um delírio, hein Aline!? Você se torna só uma sensação, sente a divindade em vc, só potência, só cosmos, só energia! Sonhando com a meia do Rio. mas já pensando numa série de caminhos a serem percorridos e vivenciados até lá! E que as lesões n dêem suas caras! hehehe
Pra muita gente não faz o menor sentido acordar ainda de madrugada para ir correr às 5h da manhã, mas após quase 3 horas correndo, eu só consigo desejar do fundo do meu coração que isso dure pra sempre. Que eu tenha saúde física e mental para correr o resto da minha vida. Não apenas como um simples exercício físico, mas como uma forma de elevar essa existência e entrar em contato com o divino que cada um traz em si. Vida longa ao prazer de correr!!!

Divinamente cansada!