10.2.12

a melhor amiga do longão

Por mais que você não seja iniciante na corrida, sempre é capaz de cometer algum vacilo: seja estrear um tênis novo em uma prova ou esquecer de passar vaselina nas áreas de atrito. No meu caso, cometi os dois erros de uma vez só. Por sorte o tênis não me causou problema nenhum e já foi aprovadíssimo, mas em compensação a vaselina fez muita falta. E eu só percebi isso quando cheguei em casa e tirei o top para tomar banho. A pele vermelhíssima e irritada já ardia só de pensar quando a água gelada batesse nela. Quem já teve uma assadura sabe do que eu tô falando: arde que só a peste!!!

E o pior é saber que toda essa dor e a feridinha que ficou, poderiam ter sido evitadas com uma boa vaselina sólida que não custa mais que R$5,00 em qualquer farmácia. Portanto, lição aprendida: passou de 10km, passa vaselina sólida. Nas axilas, parte interna das coxas, área de contato do short e do top e onde mais você achar que é preciso. Fica melequento, mas evita que você fique com uma ferida uó depois. Agora tenho que controlar a moleca que existe dentro de mim que adora arrancar casca de ferida! Afinal, ninguém quer ficar com uma cicatriz na comissão de frente, né?

Já que não segui o "melhor prevenir do que remediar", tive que lançar mão de outra graaaande amiga dos longões: a Benzevit, pomadinha para assaduras de bebês! Peguei emprestada a pomada do meu sobrinho e me lambuzei com ela após o banho. O alívio é imediato! Fica a dica; também não custa quase nada e faz uma diferença danada no banho seguinte.

ps. Que vontade de arrancar essas casquinhas de ferida!!! Uy!!