15.6.11

Murakami, repetição e maratona.


Outro trecho do livro do Murakami (What I Talk About When I Talk About Running) que eu gosto é quando ele relê o artigo que escreveu na época que em que correu sua primeira maratona - 20 poucos anos depois e algumas maratonas corridas, Murakami descobriu que as sensações que ele tem quando corre as 26 milhas são as mesmas da primeira vez. Mesmo atualmente, sempre que ele corre uma maratona sua mente passa pelo mesmo processo: 

"Up to nineteen miles I’m sure I can run a good time, but past twenty-two miles I run out of fuel and start to get upset at everything. And at the end I feel like a car that’s run out of gas. But after I finish and some time has passed, I forget all the pain and misery and am already planning how I can run an even better time in the next race. The funny thing is, no matter how much experience I have under my belt, no matter how old I get, it’s all just a repeat of what came before."


Nunca corri uma maratona, mas me sinto um pouco assim em relação aos 10km. A a mente percorre todo o seu processo de euforia, dor, auto-sabotagem, alívio, satisfação. E no final vem sempre aquela vontade de fazer tudo outra vez.