19.9.12

Uma lesão leva a outra?

Paulo Leminski diz: "problemas não se resolvem, problemas têm família grande,e aos domingos saem todos passear o problema, sua senhora e outros pequenos probleminhas". E eu pergunto: será que ele não estava falando de uma lesão? Afinal, lesões não se resolvem, nunca andam sozinhas e adoram fazer visitinhas inesperados nos nossos longões de domingo. Poesia à parte, tudo começa com uma lesão simples que não te impede de correr, mas que te impede de correr naturalmente e você muda a sua passada, aí surge outra lesão que segue de outra compensação e por aí vai...

Por um tempo achei que só nós reles mortais padecíamos desse círculo vicioso de lesões, pois ainda que os atletas treinem mais duro, eles dispõe de um staff com médicos do esporte, fisioterapeutas, massagistas, treinadores e mais uma dezena de facilidades para evitar que uma lesão se agrave e afete o seus treinamentos. Mero engano meu: semana passada li uma entrevista bem honesta do Ryan Hall na Runner's (USA) em que ele conta sua via crucis de lesões que culminaram na decisão recente de parar totalmente de treinar - inclusive cross-training - até ficar bom completamente.

Fonte: Runner's

Ryan é um maratonista americano de 29 anos que recentemente participou dos jogos Olímpicos, mas abandonou a prova ainda na primeira metade da prova sentindo dores no posterior da coxa direita. Essa lesão não foi a primeira de Ryan Hall na temporada, mas sim conseqüência de uma fascite plantar que o obrigou a alterar sua biomecânica na corrida. Após os jogos, Ryan continuou treinando para participar da Maratona de Nova York em novembro, mas terminou sofrendo outra lesão, agora no quadríceps esquerdo que o obrigou a cancelar sua participação na prova. Não tá fácil pra ninguém, né?


Nas palavras do pobre Ryan Hall: “I just need to get my normal stride back,” the runner says. “The plantar fasciitis caused compensation. I was running differently and tweaked my right hamstring. I was running differently and tweaked by left quad." E ele ainda diz mais: "I’ve got a very good track history of not having injuries. But I’ve seen that once you get one thing, it leads to another, leads to another." Te entendo, amigue!

Ainda rolou uma identificaçãozinha quando Ryan falou sobre a fascite plantar: “It just popped up. I don’t know what causes it. Just pounding on the road. How many thousands of runners get plantar fasciitis? It seems like every runner I talk to has had it at some point.” Só faltou ele perguntar: QUEM NUNCA?

[Post dedicado à Fabiana Amorim que anda [e corre] às voltas com sua lesão]