17.12.12

O pódio, eu e a corrida.

Existiram duas ausências ontem: a [minha] ausência no pódio e a ausência do pódio [no post sobre a corrida]. E ambas dizem muito sobre a minha relação com a corrida. Enquanto o resultado das categorias estava sendo divulgado, eu tava distraída na piscina,  conversando com o povo e ainda abismada com o Corinthians campeão (Parabéns, Xará!). Sabe você nunca prestar atenção no sistema de som de um supermercado ou de uma loja porque você não tem expectativa nenhuma de ter seu nome chamado ali? Pois aí reside a melhor explicação para eu não ter ouvido meu nome quando chamaram o 2 lugar feminino na categoria de 25 a 34 anos.

As expectativas que alimento na véspera de uma corrida e que as vezes me tiram o sono de ansiedade tem o exato tamanho do percurso: começam na largada e terminam na chegada. Eu não me preocupo se cheguei antes ou depois de fulana ou sicrana. Eu quero saber é se a corrida foi boa, se eu estava me sentindo bem, se dei o meu melhor. Coisas que, como percebi ontem, um pódio não mensura. Mas é claro que foi divertido receber o troféu tão bonitinho e tirar fotos no pódio com minha amiga Margareth, que chegou em primeiro lugar. Foi mais um bom momento da nossa festa.

Se a corrida proporciona um auto-conhecimento, o que ela tem me mostrado é que eu não sou uma pessoa competitiva. Quando o Fábio, meu grande parceiro nas corridas, me mandou continuar sem ele, eu segui pois achava que logo depois ele retomaria o gás e me levaria até o final da prova, como ele sempre faz. De vez em quando eu olhava pra trás esperando que ele estivesse se aproximando, mas isso não aconteceu e quando terminei a prova fiquei com a sensação de que estava faltando algo. É isso, pra mim o mais importante é correr com os outros e não contra os outros.

Não estou dizendo aqui que almejar pódio seja uma coisa ruim, longe de mim pensar assim. Ser competitivo é uma qualidade, assim como também não ser. Tudo depende de como dosamos isso na nossa vida. A corrida pra mim é a busca por esse equilíbrio através do auto-conhecimento. Sinto que estou correndo na direção certa.